Meio Norte – O chefe da comunicação social da Polícia Militar, tenente-coronel John Feitosa, confirmou que o cabo Valdir Mendonça do Vale, de 46 anos, do 5ª Batalhão da Polícia Militar, foi assassinado com tiro de revólver na rua das Orquídeas, no bairro Jockey Clube, na zona Leste de Teresina.
De acordo com o tenente-coronel, o cabo foi baleado e chegou atirar em um dos bandidos. Ele [cabo] foi socorrido por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas não resistiu e morreu antes de chegar ao Hospital de Urgência de Teresina (HUT).
O coronel informou que três bandidos estavam na cena do crime. Segundo ele, os dois estavam em um Siena preto e atiraram contra o policial que disparou tiros em um dos criminosos, que ficou ferido. A polícia apurou que tinha um outro bandido dando apoio em uma motocicleta.
Valdir Mendonça do Vale
Cabo da PM assassinado Valdir Mendonça do Vale
O  major Flávio Pessoa, comandante do 5º Batalhão da Polícia Militar, lamentou o ocorrido. “Infelizmente fomos surpreendidos com a notícia da morte do valoroso cabo Valdir, que foi alvejado ali na região do Jockey Clube. Circunstancias, autoria e motivação ainda estão sendo investigadas. São várias informações. Nós estamos averiguando [se houve reação por parte do policial], está sendo averiguado essa parte. É uma perda muito grande e nós vamos prender os autores”, afirmou.
“Ele reagiu, atingiu um dos bandidos e existe informações que um deles já está preso. Ele procurou socorro e temos informações sobre o paradeiro dele. As diligências estão sendo realizadas. É um indivíduo conhecido no mundo do crime. A Polícia Militar vai dar resposta à altura”, acrescentou.
Image title
Segundo ele, três bandidos, dois em um carro Siena e um em uma motocicleta, abordaram o cabo Valdir, houve troca de tiros, sendo que um dos bandidos foi baleado e o militar assassinado com tiro no peito esquerdo. O major informou que a polícia já está com o homem que foi baleado e investiga se ele teria participado da morte do cabo.
Também foi internado no HUT um passageiro de um ônibus, que foi ferido em consequência do tiroteio, porque as balas atingiram os vidros do coletivo da Transcol, que passava pela Jockey Clube. Os estilhaços atingiram o pescoço do passageiro, que foi internado no HUT.
Valdir Mendonça do Vale morava no bairro Satélite, na zona Leste de Teresina (PI). Ele deixa dois filhos. A polícia trabalha com duas hipóteses, ou foi acerto de contas ou vingança.
Image title
Image title