quinta-feira, 6 de abril de 2017

Mentiras do jornal de Sarney demonstram desespero da oligarquia


A coluna Estado Maior, do moribundo jornal de José Sarney, é a prova dos desatinos e do desespero demonstrado pela oligarquia com o atual momento do Maranhão. Diariamente, o pasquim dispara uma coletânea de mentiras, exageros e invencionices para macular a imagem do governador Flávio Dino e tentar minimizar qualquer benefício entregue ao povo do estado.
Nesta quinta-feira, o jornal se superou ao falar da situação da Polícia Militar do Maranhão. Sem ter como contestar a nomeação de mais 1.196 policiais, o agonizante periódico chegou ao ponto de “matar” e “aposentar” mais de mil profissionais da segurança do Estado, além de mentir aumentando o efetivo deixado por Roseana em quase 50%.
De acordo com a coluna, a ex-governadora deixou o Maranhão com 12 mil policiais. Dados levantados pelo blog, apontam que no início de 2015 o efetivo da PMMA era de 8.567 profissionais. Ou seja, a coluna força a barra para encobrir que a oligarquia Sarney deixou o Maranhão em último em mais um ranking em relação a outros estados do Brasil. Esse, de policiais por habitante.
Outra mentira descarada cometida pelo jornal desta quinta-feira diz respeito à evasão da PMMA no Governo Flávio Dino. Sem conseguir esconder o chamamento de mais 2500 policiais nos últimos anos, o jornal inventa que a evasão foi de 2 mil policiais, estratégia descarada para minimizar os avanços na área. Mais uma invenção, já que, neste período, a evasão foi próxima de 800.
A postura do jornal de José Sarney só demonstra o desespero da oligarquia com a atual gestão do Governo do Estado. E ratificam que a mentira e a desinformação sempre foram o forte do sistema de comunicação oligárquico


Nenhum comentário:

Postar um comentário