quarta-feira, 17 de maio de 2017

Populares se revoltam e matam suspeito de estupro coletivo em Bacuri





Suspeito morto por linchamento
Suspeito morto por linchamento

Dois crimes tumultuaram a pequena cidade de Bacuri no Maranhão, localizada há 198 Km de São Luís, nas ultimas 48 horas.
O primeiro foi registrado na tarde da última segunda-feira (15). Uma técnica em enfermagem, que não teve a identidade revelada, foi atacada por três bandidos quando se deslocava do serviço para casa em uma motocicleta.
O assaltantes aproveitaram o momento em que a vítima, que pilotava a moto, reduziu a velocidade na altura da ‘curva da morte’ para desviar de obstáculos na via. Eles então pararam o veículo, em seguida arrastaram a mulher até o matagal e estupraram-na. Depois de praticarem a violência sexual, os três marginais fugiram levando a motocicleta da vítima, que foi encontrada em estado de choque e com graves ferimentos.
O segundo crime que abalou a cidade foi praticado por populares que decidiram fazer Justiça com as próprias mãos e vingar o primeiro. Inconformados, moradores da região tomaram conhecimento que um dos suspeitos do estupro havia sido descoberto no povoado de Cabeceira, zona rural de Bacuri e então decidiram linchá-lo na noite desta terça-feira (16). Há informes de que o homem, que seria morador de Cururupu e que também não teve o nome divulgado, chegou a ser socorrido e encaminhado a uma unidade de saúde, mas a população invadiu o hospital e matou o suspeito.
As cenas da barbárie foram registradas mas o Blog prefere não mostrá-las por serem fortes.
A Polícia Civil acompanha os dois casos e os outros dois envolvidos no estupro coletivo estão foragidos.

Multidão na porta do hospital onde o suspeito foi morto
Do Minard

Nenhum comentário:

Postar um comentário