quinta-feira, 30 de novembro de 2017

Mulher recorre ao suicídio com um tiro na cabeça


O clima é de comoção com a noticia que pegou a todos de surpresa. A jovem Adriana Silva Sampaio de 29 anos, mulher empresaria, cometeu suicídio por volta das 07:00 hrs da manhã desta quarta-feira (29), com um tiro em sua residência no povoado Cocalinho, em Zé Doca.

Segundo informações da Policia Civil, o marido em depoimento contou que ele, sua esposa e o filho pequeno estavam todos na residência que fica em uma fazenda juntamente com os funcionários. De repente Adriana pegou uma cadeira se dirigiu até o quarto do casal, pegou uma arma que estava dentro do guarda roupa e disparou contra a cabeça. Após ouvir o barulho, o marido correu até o quarto e encontrou Adriana morta.

Ainda não se sabe o que teria motivado Adriana a cometer algo tão banal com sua vida todavia a principal suspeita é que a mesma estivesse sofrendo de depressão, uma doença silenciosa que tem matado milhares todos os anos.


Redação: Bryan Rafael

Municípios do MA terão incremento de R$ 157 mi com aprovação de aumento do FPM




A Comissão de Constituição e Justiça do Senado aprovou, nesta quarta-feira (29), Proposta de Emenda à Constituição nº 29/17, que garante as prefeituras brasileiras aumento do valor do Fundo de Participação dos Municípios (FPM).

A colocação da PEC na ordem do dia para votação foi um pedido feito pelo presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (FAMEM), prefeito Cleomar Tema, ao senador maranhense Edison Lobão, presidente da CCJ.

Tema e outros gestores públicos municipais estiveram reunidos com o parlamentar em Brasília na semana passada.

A PEC 29 garante as prefeituras o aumento em 1% do valor do FPM, passando dos atuais 24,5% para 25,5% a partir de setembro do ano que vem.

Este reajuste oferecerá aos 217 municípios do Maranhão, que enfrentam forte crise financeira ocasionada pela queda de recursos e de transferências constitucionais, um incremento de recursos superior a R$ 157 milhões.

A Proposta seguirá, agora, para apreciação dos plenários do Senado e Câmara, onde deverá ser aprovada sem maiores dificuldades.

Cleomar Tema embarcou nesta quarta-feira para a capital federal onde terá reuniões com a Bancada Maranhense e acompanhará a votação da matéria.

Mais conquistas – O presidente da FAMEM obteve outras conquistas para o movimento municipalista durante sua estadia na capital federal na semana passada.

O presidente Michel Temer garantiu o repasse de R$ 2 bilhões, oriundos do Auxílio Financeiro aos Municípios (AFM), para as prefeituras de todo o país.

No Maranhão, os municípios serão beneficiados com um aporte da ordem de mais de R$ 83 milhões, segundo levantamento divulgado pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM), cuja transferência será feita neste próximo mês de dezembro.




quarta-feira, 29 de novembro de 2017

Prefeito Roni e comitiva vistoriam execução de obras no povoado Pilão e comunidades da região


Tem sido dura a rotina diária do prefeito Roni para fazer de Mirador um município próspero e a maior referência administrativa da região. Na sua caminhada para levar prosperidade e melhorar a qualidade de vida da população rural, alvo principal de sua política de desenvolvimento, ele esteve no povoado Pilão juntamente com sua comitiva para vistoriar duas importantes obras, uma estrada e a expansão da rede elétrica para todos os povoados vizinhos.
As duas obras, já prestes a serem concluídas, eram antigas reivindicações dos moradores. A estrada, já toda esburacada, já não tinha boas condições de tráfego, provocando constantes problemas no transporte de cargas e passageiros, sendo uma dor de cabeça para a população. A recuperação da importante via, sem sombra de dúvidas, dará um novo ânimo a todos, principalmente nesse período de chuva que se aproxima.

A expansão da eletrificação rural para as pequenas comunidades da mesma região, será mesmo uma luz para fortalecer o crescimento econômico e favorecer quem sempre esteve às escuras por falta de atenção e reconhecimento. "A energia gera desenvolvimento, e eu como gestor não podia ver essas comunidades permanecerem no atraso por falta de vontade e iniciativa do Poder Executivo, por isso estamos levando o que eles mais precisam para usufruírem de tudo que a energia pode oferecer", destacou o prefeito.
As contínuas ações do prefeito, o que tem feito de Mirador um canteiro de obras, só reforçam o seu propósito de continuar trabalhando firme para ampliar a qualidade de vida de seus munícipes, principalmente os menos favorecidos. As inaugurações ainda não têm data prevista, mas ele assegurou que irá fazer uma grande festa para comemorar ao lado da população. 
Do Blog do Lobão 

Documentos e vários computadores são apreendidos da Prefeitura de Gonçalves Dias





O Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado do Ministério Público do Estado do Maranhão (Gaeco) com apoio da Polícia Militar (PM), deflagrou, na manhã desta quarta-feira (29), a operação “Pega Guaxinim”. O objetivo é combater fraudes em licitações e contratos administrativos que teriam ocorrido na Prefeitura de Gonçalves Dias, na região central do Maranhão. Pelo menos quatro pessoas são suspeitas de participação em crimes contra a administração pública. Há informação de que alguns dos envolvidos teriam sido presos.
Até o momento foram apreendidos vários documentos e computadores. Agentes do Gaeco estiveram no prédio da Prefeitura, e também visitaram a casa da responsável pelo setor de finanças da Prefeitura. A operação continua no município, conforme informou a assessoria do Ministério Público do Estado (MPE).

Informação ZaidandeSoua/blogLobão

URGENTE: homens da Polícia Civil cumprem mandado de busca e apreensão na prefeitura de Gonçalves Dias-MA



Homens da Polícia Civil, em cinco viaturas, estão nesse momento dentro da prefeitura de Gonçalves Dias. Há informação, segundo populares que observam a ação, que trata-se de um mandado de busca e apreensão. Comenta-se que a operação seja de combate a corrupção. A ação está sendo feita em conjunto com  o Ministério Público. Daqui a pouco mais informações.

Eduardo Braide sinaliza que disputará o governo do Maranhão


Surge mais um pré-candidato ao governo do Maranhão para as eleições de 2018. O deputado estadual Eduardo Braide (PMN) confirmou ao blogueiro Gildásio Brito, no início da noite desta terça-feira(28) em São Luís, que será candidato ao governo do estado.

“Sem abrir minha boca, estou sendo mencionado por 15% do eleitorado para as eleições de 2018 em todo o Maranhão, e na na capital e nas cidades da região metropolitana, eu lidero com larga vantagem sobre Flávio Dino, e por isso, declaro que serei candidato ao governo, e não venho para brincar de disputar, iniciarei nos próximos dias, minhas visitas a todas as cidades do Maranhão”, disse o parlamentar.

A bem da verdade Eduardo Braide pontua bem em cidades como São Luís e Imperatriz, mas ainda é desconhecido na maioria dos municípios maranhenses, muito atrás do governador Flávio Dino e da ex-governadora Roseana Sarney nas pesquisas. Quanto à sua candidatura ao governo, este blog acredita que Braide concorrerá mesmo é a um mandato de deputado federal, já que seu sonho é ser prefeito de São Luís em 2020.
JohnCutrim

terça-feira, 28 de novembro de 2017

Maranhão é campeão de transparência, aponta FGV

 Por Leandro Miranda

De acordo com levantamento da Fundação Getúlio Vargas (FGV), o Maranhão é o estado com o maior índice de transparência desde que a Lei de Acesso à Informação entrou em vigor.
“O estado obteve 2,2 pontos na primeira edição da Escala Brasil Transparente da CGU no primeiro semestre de 2015 e conquistou a pontuação máxima de dez pontos na segunda edição da avaliação no mesmo ano”, ressalta o relatório.
O crescimento no número de pedidos de acesso à informação recebidos no Maranhão subiu de 339, em 2015, para 1.159, em 2016.
O título “simbólico” reforça uma das maiores bandeiras da atual gestão, pioneira na criação de uma Secretaria de Transparência, sob o comando do advogado Rodrigo Lago, que tem como objetivo verificar todos os contratos efetivados na administração.
De acordo com o secretário, quando Flávio assumiu o mandato 60% dos gastos públicos não estavam disponíveis para controle da população.
“Há vários elementos que levaram o Maranhão a chegar a essa posição, mas principalmente a vontade política, pois no Brasil só se trabalha com a pauta transparência quando é cobrado. Ninguém trabalha espontaneamente como o Flávio Dino fez, incluindo no seu programa de governo”, salientou.
Os pesquisadores Gregory Michele, Evelyn Contreras e Irene Niskier ainda fazem uma comparação entre a gestão de Dino e os 50 anos da oligarquia Sarney. “O atual governo maranhense demonstrou interesse em abrir as portas e deixar a luz entrar em uma das mais retrógradas administrações estaduais do Brasil e dar visibilidade ao que o governo do estado havia se tornado”.
A medida inclusive tem municiado a oposição com informações, mesmo assim, Rodrigo Lago ressalta a mudança de paradigma. “Saímos do período paleolítico para o topo”.

Vereador tenta tirar a própria vida por enforcamento



Por volta das 19h30 desta segunda-feira (27) o vereador Gentil Cantanhede (PSL), de 52 anos, tentou o suicídio por meio de enforcamento. A tentativa de suicídio aconteceu em sua residencia, localizada no bairro Sulina. Segundo informações de uma fonte do Blog, o parlamentar foi encontrado por familiares em um cômodo da casa e conseguiram a tempo evitar a tragédia

Gentil está exercendo seu 1º mandato de vereador na Câmara Municipal de Caxias. Ele foi eleito em outubro do ano passado com 1.079 votos na coligação "Juntos por uma Caxias melhor" que apoiava a candidatura do ex-prefeito Léo Coutinho à reeleição. 

O vereador é uma pessoa bem relacionada e é membro da bancada de situação do prefeito Fábio Gentil. 

Assim que souberam da noticia, alguns vereadores se deslocaram até a residencia do vereador Gentil. O parlamentar passa bem no momento. Decepção com a politica foi o motivo que levou o edil a tentar o suicídio.

Justiça condena hospital de Brasília por morte de filho de Flávio Dino


O Tribunal de Justiça do DF e Territórios (TJDFT) condenou o Hospital Santa Lúcia a indenizar o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB-MA), e a ex-esposa dele, Deane Fonseca, pela morte do filho do casal, Marcelo Dino, em fevereiro de 2012. A indenização foi fixada em R$ 90 mil para cada um dos pais, com correção monetária e juros de 1% ao mês a partir da data do óbito. A decisão é de primeira instância e cabe recurso.

Marcelo Dino morreu aos 13 anos, na manhã de 14 de fevereiro de 2012, após uma sequência de crises asmáticas. No dia anterior, ele havia sido levado ao Hospital Santa Lúcia pela mãe, professora da Universidade de Brasília (UnB), para tratar da primeira crise. Em menos de 24 horas, no entanto, o quadro se agravou e ele não resistiu. Em nota, o Santa Lúcia que vai recorrer da decisão de primeira instância.

Os pais então entraram com uma ação judicial contra o hospital alegando uma série de erros que teriam sido cometidos por profissionais da unidade durante o atendimento. Entre os problemas citados pelos autores, estavam imperícia na administração de remédios, demora no atendimento, realização de procedimentos inadequados e falta de médicos especialistas.

Em contestação, o Hospital Santa Lúcia afirmou que Marcelo já possuía doença grave preexistente – asma – e não tinha acompanhamento médico. A instituição ainda atribuiu a morte do paciente ao estado de saúde anterior dele, negou a possibilidade de erro médico e afirmou que o clínico responsável pelo atendimento do adolescente era um profissional liberal e não tinha vínculo empregatício com o hospital.

Durante os quase seis anos que a ação tramitou na 22ª Vara Cível de Brasília, foram produzidos diversos laudos para atestar a causa da morte de Marcelo Dino. Baseada no material e nos depoimentos colhidos, a juíza substituta Clarissa Menezes Vaz Masili entendeu que o hospital teve responsabilidade, mas que a falta de tratamento prévio para asma também contribuiu para a morte do jovem. Por isso, julgou parcialmente procedente o pedido dos autores.

“Verifico, assim, ter havido três concausas concorrentes (broncoaspiração, atraso no uso do medicamento e falha no tratamento prévio), já que, embora não se possa asseverar que, isoladamente, a conduta de cada uma das partes seria capaz de gerar os danos ao paciente, somadas foram necessárias e suficientes para o desfecho lesivo”, afirma a magistrada na sentença.

Ainda de acordo com a juíza, “no tocante ao prejuízo extrapatrimonial, a gravidade da consequência dos fatos, isto é, o falecimento de um filho torna inequívoco o prejuízo ao bem-estar físico e psíquico dos genitores, o que, em razão da violação aos seus direitos da personalidade, configura o dano indenizável”.

Além da indenização de R$ 90 mil a cada um dos pais, a juíza condenou o Hospital Santa Lúcia a arcar com os custos do processo e os honorários dos advogados. Nas redes sociais, o governador do Maranhão Flávio Dino afirmou que a Justiça “reconheceu os erros do hospital” e que pretende doar a indenização.

Procurada, a assessoria do Hospital Santa Lúcia afirmou que só comentaria a decisão na manhã desta terça-feira (27/11).

Ação penal
Além da ação cível movida contra o Hospital Santa Lúcia, o governador Flávio Dino e Deane Fonseca ajuizaram uma ação penal privada contra Izaura Costa Rodrigues Emídio e Luzia Cristina dos Santos Rocha, respectivamente, a médica e a enfermeira que atenderam Marcelo Dino em 2012. O casal pede a condenação das profissionais por homicídio culposo.

Após a morte, os pais registraram ocorrência, mas o Ministério Público do DF e Territórios (MPDFT) e o TJDFT se manifestaram pelo arquivamento do processo. O Superior Tribunal de Justiça (STJ) também teve o mesmo entendimento e Flávio Dino levou o caso ao Supremo Tribunal Federal (STF), que reconheceu a inércia do MPDFT no caso e determinou a reabertura do processo. A ação ainda tramita na 2ª Vara Criminal de Brasília. (Portal Metropoles)


segunda-feira, 27 de novembro de 2017

Codó: Flávio lidera com 39,53% contra 29,05% de Roseana


Faltando menos de um ano da eleição que escolherá o novo governo do Estado do Maranhão, o governador Flávio Dino apresenta os melhores números no município de Codó.


Uma pesquisa realizada pelo Instituto Data Merita mostra Flávio Dino (PCdoB) em primeiro lugar nas intenções de voto com 39,53% para governador. A ex-governadora Roseana Sarney (PMBD) aparece logo depois, com 29,05%.

A pesquisa mostra ainda o senador Roberto Rocha (PSDB) com 5,34%, e em seguida aparece a ex-deputada Maura Jorge (Podemos) com 1,38%. Não sabe/Não opinou somam 22,13% e nenhum deles ficou com 2,57%.

O levantamento do Instituto Data Merita também quis saber se os codoenses aprovam ou desaprovam a administração de Flávio Dino. Os números mostram que 46,44% dos entrevistados desaprovam a gestão do atual governador do Maranhão. De acordo com os dados, 46,25% aprovam o governo de Dino. Outros 7,31% não souberam responder.

A pesquisa foi realizada entre os dias 13 e 16 de novembro e ouviu 506 pessoas em Codó. O intervalo de confiança estimado é de 95% e a margem de erro máximo é de 4,34% para mais ou para menos.
Com informações do blog do Marco Silva

ROSEANA CONDICIONA CANDIDATURA A AMPLIAÇÃO DO CONSÓRCIO DE CANDIDATOS

“Laranjas” atuarão como batedores na campanha
A ex-governadora Roseana Sarney (PMDB), embora tenha lançado sua pré-candidatura ao governo do Estado, está impondo como condição para enfrentar o governador Flávio Dino em 2018 a ampliação do consórcio de candidatos. Com Ricardo Murad (PRP), Roberto Rocha (PSDB) e Maura Jorge (Podemos) já definidos, o grupo Sarney tenta convencer agora o deputado Eduardo Braide (PMN) a participar do “laranjal” da oligarquia.
Conforme especulam nos bastidores da sucessão estadual, Roseana quer Braide no jogo para nutrir alguma esperança de levar a eleição para o segundo turno e evitar os efeitos de uma derrota humilhante logo no primeiro, o que certamente representará o fim da oligarquia, que agoniza desde 2014 quando perdeu o comando do Estado e viu lideranças políticas que sempre estiveram no palanque do grupo Sarney mudar radicalmente de posição.
Pesquisas revelam que Eduardo Braide, que teve um bom desempenho na eleição para prefeito de São Luís em 2016, alcança setores da classe média e centros urbanos, onde o governador é considerado forte, o que poderia causar algum problema a Flávio Dino nesta faixa do eleitorado, o que poderia ajudar Roseana a levar a eleição para o segundo turno, já que ela ainda possui alguns seguidores nos grotões.
Para convencer Braide a aceitar participar do consórcio sarneysista, Roseana está oferecendo em troca a eleição da esposa do deputado, a médica Graziela, para deputada federal. Como Zequinha Sarney será candidato a senador, a promessa seria colocar todas as bases do ministro para a esposa de Braide, assim como Roseana se comprometeria em fortalecer o pedido junto às lideranças que ainda a apoiam.
Roseana quer formar seu time com cada “laranja” tendo papel específico na campanha. Ricardo Murad será o batedor com a missão de tentar desconstituir o governador Flávio Dino; Roberto Rocha, que sempre foi bem votado na Sul do Maranhão, evitar que Dino dispare na região onde os índices de rejeição de Roseana são elevadíssimos; Maura Jorge dividir votos dos evangélicos na região do Médio Mearim, já que sua liderança se restringe a Lago da Pedra. E Braide atrapalhar Dino em São Luís e outros centros urbanos.
As conversações avançam na medida que aproxima o fim do ano. Curiosamente, Braide, que disputaria um mandato de federal, passou a admitir a possibilidade de ser candidato ao  governo, portanto, não será nenhuma surpresa se sucumbir aos apelos da oligarquia para compor o “laranjal”.
JorgeVieira

domingo, 26 de novembro de 2017

Operação Os Trapalhões


 Por Leandro Miranda


Que há problemas no sistema de saúde do Brasil, todos sabem. Que Ricardo Murad montou um sistema de saúde maluco e cheio de corrupção, todos sabem, apesar de ele estranhamente nunca ter passado um único dia na cadeia.
Todos também sabem que o governador Flavio Dino, desde o primeiro dia de governo, vem tomando providências para corrigir o que encontrou de errado. Fez licitação para contratação de entidades prestadoras de serviço, coisa inédita. Implantou uma empresa pública, a EMSERH, para progressivamente substituir as entidades privadas, o que vem sendo feito. E determinou a realização de processos seletivos públicos para contratação de funcionários, também fato inédito, e que já resultou em mais de 4.000 contratações.
Eis que de repente uma operação midiática e uma entrevista coletiva desastrada da Polícia Federal promovem uma total inversão dos fatos.
Todas as medidas tomadas pelo novo governo para corrigir erros do passado foram ignoradas. E repentinamente o sistema de saude passa a ser honesto antes de 2015, no período Sarney/Murad. Realmente muito jocoso.
O pior é que os fatos narrados por um delegado de Polícia na entrevista para a TV do senador Sarney revelaram-se um amontoado de distorções e invenções.
Primeiro, o delegado falou de uma tal sorveteria e errou a data de mudança do seu objeto social em dois anos. O que ocorreu em 2013, no governo Sarney/Murad, foi tratado como tendo ocorrido em 2015, já no novo governo. Bastava ter consultado a Junta Comercial para evitar o vexame.
Segundo, o delegado falou em 400 fantasmas que estariam em uma lista, que até hoje não apareceu. Ou seja, até aqui parece que a lista que é fantasma e que foi usada só para causar impacto midiático.
Terceiro, médicos que trabalham foram acusados de integrarem uma “empresa de fachada”. Agora os médicos aparecem e contestam a absurda acusação. Esse fato derruba também outra invenção: os R$ 18 milhões supostamente desviados, pois R$ 11 milhões foram pagos a esses médicos, que alegam que existem e trabalham. E os demais recursos devem corresponder aos alegados fantasmas, que ninguém sabe onde andam.
E o que é pior: a Polícia Federal está investigando o que não pode, ao se pronunciar sobre recursos exclusivamente estaduais, sem nenhuma origem federal. Para completar o cenário de horrores jurídicos, o delegado achou de acusar um secretario de Estado, sem nenhuma atribuição legal para isso.
A pergunta que fica é: a quem interessa tantas trapalhadas ? Certamente aos interesses da oligarquia Sarney/Murad. E também aos investigados, pois isso vai resultar em um festival de nulidades jurídicas, sem nenhuma punição.
Sem duvida estamos diante de uma investigação que merece ser investigada. Será apenas desconhecimento técnico e legal a causa de tantas trapalhadas ?

sábado, 25 de novembro de 2017

Caxias: Flávio Dino lidera pesquisa com mais de 34 pontos à frente de Roseana


Do blog do Ludwig – Assim como já tinha divulgado a avaliação da gestão do prefeito Fábio Gentil (reveja), e em seguida as intenções de votos para as eleições de 2018 sobre deputado estadual (reveja) e deputado federal (reveja), o Blog do Ludwig divulga neste sábado (25) o levantamento feito pelo Instituto Mérita o cenário para o governo do Maranhão também em Caxias.


Segundo os eleitores caxienses na pesquisa do Mérita, o governador Flávio Dino lidera as intenções de votos para as eleições 2018 com mais de 34 pontos de vantagem sobre a ex-governadora Roseana Sarney, é o que mostra pesquisa do Instituto Mérita.

No Item 21. 16 da pesquisa estimulada para governador, o Mérita pergunta, “E se os candidatos fossem estes, sendo hoje as eleições. Em quem o(a) sr(a) votaria para GOVERNADOR do Maranhão? (Estimulada c/rodízio tablet – 1 resposta)”. O resultado foi o seguinte: Flávio Dino 54,44%; Roseana Sarney 20,12%; Não Sabe/Não Opinou 17,75%; Roberto Rocha 4,93%; Maura Jorge 1,38% e Nenhum destes 1,38%.

Rejeição

Já no Item 22. 17 o Instituto Mérita avaliou a rejeição dos pré-candidatos ao governo do Maranhão ao perguntar. “E qual destes possíveis candidatos a GOVERNADOR(ES) do Maranhão, o(a) sr(a) NÃO VOTARIA? (Estimulada c/ rodízio tablet – 1 até 4 respostas)” o cenário foi este: Roseana Sarney 42,01%; Não sabe/Não opinou 20,91%; Roberto Rocha 18,93%; Maura Jorge 18,54%; Flávio Dino 13,41% e Nenhum destes com 1,18%.

Dados – A pesquisa do Instituto Data Mérita foi realizada nas zonas urbanas e rural de Caxias entre os dias 10 a 13 deste mês e foram ouvidos 507 eleitores com intervalo de confiança estimado em 95% e a margem de erro máxima estimada de 4,34% pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra.

sexta-feira, 24 de novembro de 2017

Jogador mata técnico após relação sexual e é preso

Foto: Reprodução
Após o crime, o ex-atleta fugiu para Palmas, carregando o aparelho celular da vítima.

Na última terça-feira (21), Matheus Rodrigues, ex-atleta, acusado de ter matado Armando Martins Filho, que treinou o time de base do Interporto. Segundo o delegado Wagner Pereira, o acusado confessou o crime e diz que houve desentendimento com a vítima após relação sexual.

O jovem, de 20 anos, atuou na base do Interporto, aos 15 anos. Neste período, Matheus conheceu Armando, que treinava o time das categorias inferiores do Interporto. Após se desiludir com o futebol, Matheus passou a ganhar dinheiro como garoto de programa.

Para a Polícia Civil, Matheus disse que desferiu dois golpes de faca, que atingiram o ombro e o pescoço de Armando, que morreu no local.

Após o crime, o ex-atleta fugiu para Palmas, carregando o aparelho celular de Armando.

O corpo de Armando foi encontrado ensanguentado e em cima da cama no dia 5 de novembro, em Porto Nacional (70 km da capital Palmas), em Tocantins.

A Polícia Civil chegou a Matheus após relato de pessoas próximas ao treinador. Com passagens como técnico da base do Interporto, Armando trabalhava como funcionário público. Matheus foi encaminhado à Casa de Prisão Provisória de Palmas (CPPP).
JornalPequeno

Veja quanto as prefeituras maranhenses receberão de repasses extras em dezembro

Os recursos extras serão depositados pelo Governo Federal nas contas das prefeituras neste próximo mês de dezembro por meio do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). No total serão beneficiadas 217 prefeituras maranhenses com um aporte da ordem de mais de R$ 83 milhões. A divisão dos recursos do AFM – Auxílio Financeiro aos Municípios, é importante destacar, obedece aos mesmos critérios utilizados pela União para repartir o dinheiro proveniente do FPM.
NetoWeba

quinta-feira, 23 de novembro de 2017

Temer garante à FAMEM R$ 83 milhões em recursos extras para os municípios do MA


Uma articulação nacional que contou com o engajamento da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (FAMEM), presidida pelo prefeito Cleomar Tema, resultou em mais uma vitória para as 217 cidades maranhenses.  
O presidente Michel Temer, durante encontro realizado com gestores na noite da última quarta-feira (22), em Brasília, garantiu o repasse de R$ 2 bilhões, oriundos do Auxílio Financeiro aos Municípios (AFM), para as prefeituras brasileiras.
Os recursos extras serão depositados nas contas das prefeituras neste próximo mês de dezembro por meio do Fundo de Participação dos Municípios (FPM).
As cidades maranhenses, que enfrentam sérias dificuldades financeiras devido a queda das transferências constitucionais e em função do pacto federativo injusto, serão beneficiadas com um aporte da ordem de mais de R$ 83 milhões, segundo levantamento divulgado pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM).
A divisão dos recursos do AFM, é importante destacar, obedece aos mesmos critérios utilizados pela União para repartir o dinheiro proveniente do FPM.
“Tratou-se de mais uma grande conquistas. Os municípios do Maranhão, a exemplo do que acontece em todo o Brasil, enfrentam enormes dificuldades de ordem financeira. Este recurso extra virá em muito boa hora e poderá ser utilizado pelos gestores para tentar amenizar esta grave situação de crise pela qual passamos”, afirmou Cleomar Tema.
Mais conquistas — O presidente da FAMEM, acompanhado de prefeitos e prefeitas de várias regiões do estado, participou ativamente da mobilização nacional promovida pela CNM na capital federal esta semana.
E obteve outras importantes conquistas para o movimento municipalista do Maranhão.
Tema, durante reunião com o presidente da Comissão de Constituição e Justiça do Senado, Edson Lobão, recebeu a garantia do parlamentar de que a CCJ votará a Proposta de Emenda à Constituição nº 29/17 na próxima quarta-feira (29).
Caso seja aprovado em definitivo pelo Congresso Nacional, o dispositivo garantirá as prefeituras maranhenses um aporte financeiro de mais de R$ 157 milhões a partir do ano que vem.
Outra vitória obtida pelos gestores públicos do Maranhão tratou-se da aprovação, por parte da Câmara dos Deputados, da Medida Provisória nº 789/17, que muda os royalties da mineração.
A MP institui a Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais (CFEM), uma espécie de fundo compensatório que auxilia os municípios, cujos territórios, são alvos de exploração mineral.
Com a aprovação da proposta, haverá uma redistribuição dos recursos arrecadados com a CFEM, que passarão a ser divididos também com cidades afetadas indiretamente pela mineração e que são cortadas por ferrovias ou portos.
Este cenário beneficia diretamente com novos recursos de participação as 23 cidades maranhenses que integram o Consórcio dos Municípios da Estrada de Ferro Carajás (COMEFC).
É importante destacar que a luta pela nova divisão dos royalties da mineração foi encampada pela diretoria do COMEFC e contou com o apoio irrestrito da FAMEM.
Ainda durante a mobilização nacional em Brasília, a caravana da Federação discutiu no Congresso Nacional e com a Bancada Maranhense em Brasília outros temas importantes, tais como prorrogação de pagamento de precatórios; atualização do piso do magistério; prorrogação do prazo para disposição final adequada dos resíduos sólidos; além da PEC nº 61/15, que permite que as emendas individuais impositivas sejam repassadas diretamente aos municípios por meio do FPM.

Ex-candidato a vereador é morto a tiros no Maranhão


Domingos de Sousa
Na noite da quarta-feira (18), um homem foi encontrado morto no município de Aldeias Altas, que fica cerca de 399 km de São Luís – MA. A vítima foi identificado como Domingos de Sousa, de 37 anos, morto a tiros.

Domingos de Sousa, mais conhecido como “Come Bolo”, estaria na porta de sua casa quando o assassinato aconteceu. Populares acreditam que o ocorrido seria um possível acerto de contas.

A vítima completaria no dia 25 de novembro (sábado), 38 anos. Ele já foi candidato a vereador no município de Aldeias Altas, em 2016, pelo PTN .

O corpo de Domingos foi encaminhado para a cidade de Timon. A polícia faz investigação do crime.


RESULTADOS DO GOVERNO FLÁVIO DINO SÃO DESTAQUE EM BRASÍLIA


Considerado um dos pontos altos do 14º Congresso Nacional do PCdoB, realizado no último fim de semana em Brasília, o discurso do governador do Maranhão, Flávio Dino, foi na verdade uma exposição dos resultados obtidos pelo governo do comunista, que progressivamente vem revertendo os quadros de extrema pobreza e os precários indicadores socioeconômicos, acumulados em quase meio século de governos oligárquicos no estado.
Apesar de lembrar que sua administração é reconhecida nacionalmente como uma das melhores gestões fiscais do país, Dino ressaltou que “todo esse esforço é para garantir a ampliação das políticas sociais”.
Para Flávio Dino, manter o controle entre receitas e despesas é essencial para manter uma agenda de investimentos públicos. Ele reforçou que a maior “inovação do seu governo” é transformar os números positivos da economia em ações sociais.
Em sua fala, o governador destacou o papel de programas como o Escola Digna na transformação da vida de vários maranhenses. “A educação é o carro-chefe do nosso governo”, disse.
Por meio do programa, que visa erradicar as antigas escolas de taipa e palha espalhadas pelo Maranhão, já foram inauguradas 300 escolas, entre construídas, reconstruídas e reformadas. A meta de Flávio Dino é entregar mais 300 entregues até o final de 2018.
Ele emocionou a plateia ao citar o caso de uma menina de oito anos, que mora em um interior do Maranhão onde foi inaugurada uma unidade do programa. A criança, segundo Dino, disse que “queria dormir” na escola inaugurada em seu povoado porque “lá era o lugar mais lindo que ela conhecia”.
“Estamos praticando o modo comunista de governar no nosso estado com as marcar que estão no nosso programa e no nosso ideário: a bandeira do desenvolvimento e a do Estado que investe em direitos sociais”, concluiu