sexta-feira, 29 de dezembro de 2017

Flávio Dino fecha terceiro ano de governo entregando muito mais obras em São Luís do que Roseana



O governador Flávio Dino chega ao fim do seu terceiro ano de gestão entregando importantes e estruturantes obras na cidade de São Luís, sobretudo em regiões outrora esquecidas pelo poder público. Durante os 14 anos de governança de Roseana Sarney no Maranhão, as obras realizadas pelo governo na capital podem ser contadas na mão, diferente do que ocorre hoje em dia.

De obras que visam a melhoria da mobilidade urbana, a intervenções que melhoraram o acesso à saúde dos ludovicenses, Flávio Dino tem um portfólio gigantesco de ações em São Luís que jamais foram vistas nas últimas décadas.

Na área da educação, são dezenas de escolas reformadas e transformadas em tempo integral, além da implantação do Instituto de Ciência, Tecnologia e Inovação (IEMA), que está revolucionando a educação na capital.


Na saúde, o governo do Estado inaugurou o Hospital de Traumatologia e Ortopedia (HTO) e transformou o Hospital Geral como específico para o tratamento do câncer. Inaugurou também a Casa Ninar e ampliou o Hospital da Criança Juvêncio Matos, implantando, inclusive, tomografia infantil para atendimento às crianças com microcefalia.

Na infraestrutura, a valorização dos espaços públicos foi a grande marca do governo do Estado na capital. A exemplo da construção da Praça da Lagoa, da orla do Araçagi, da revitalização da área da Ponte Bandeira Tribuzzi e da Praça Negro Cosme, na Liberdade. Outra ação emblemática é a requalificação asfáltica em todas as áreas de São Luís, principalmente as mais esquecidas durante décadas, como as áreas da Cidade Olímpica e Cidade Operária. Avenidas Interbairros foram abertas para criar alternativas e melhorar o trânsito na capital.

Na segurança a diminuição da criminalidade em mais de 30% marcou os investimentos feitos pelo governador Flávio Dino na capital. Inaugurações de batalhões, como os do Itaqui-Bacanga, Cidade Operária e Cidade Olímpica, a incorporação de novos policiais e viaturas, além da valorização dos profissionais fizeram com que a escala ascendente de violência começasse a decrescer após 10 anos consecutivos de crescimento na gestão passada.

Essas e outras obras que não cabem apenas em um post do blog demonstram que, em apenas três anos, Flávio Dino fez muito mais por São Luís do que Roseana Sarney, que se vangloria apenas de uma avenida, dois viadutos mal feitos e muitas ações pela metade para querer dizer que fez mais pela capital, apesar dos 11 anos a mais que passou à frente do governo do Estado.

JohnCutrim


Nenhum comentário:

Postar um comentário